JogosEntretenimento

Copa do Mundo Feminina 2023

Copa do Mundo feminina 2023: onde e quando será, grupos, formato e mais do torneio
Torneio será realizado entre os dias 20 de julho e 20 de agosto de 2023, e terá sede dividida entre Austrália e Nova Zelândia

A Copa do Mundo feminina é o evento mais aguardado da modalidade e será a nona edição do torneio mundial de seleções femininas. O Brasil, comandado por Pia Sundhage, realiza os últimos preparativos para a Copa 2023: disputou a SheBelieves Cup, quando perdeu para as potências Canadá (0 x 2) e Estados Unidos (1 x 2), venceu o Japão (1 x 0), e depois acabou derrotada para a Inglaterra na Finalíssima nos pênaltis por 4 a 2, após empate por 1 a 1. Contra a Alemanha, em amistoso, saiu com a vitória por 2 a 1.


O Mundial deste ano ocorre em dez estádios distribuídos em nove cidades da Nova Zelândia e da Austrália, sendo a primeira vez que uma edição do evento será realizada no hemisfério sul. Será também a primeira edição com 32 países. A GOAL mostra tudo o que você precisa saber sobre a Copa do Mundo feminina 2023.

Quais os grupos da Copa do Mundo Feminina 2023?

A edição de 2023 marca a primeira Copa do Mundo com 32 seleções – antes eram 24 times. A seleção brasileira está no grupo F e disputa vaga nas oitavas contra França, Jamaica e Panamá. Veja, abaixo, como ficaram os grupos:
No Grupo A

  • Nova Zelândia
  • Noruega
  • Filipinas
  • Austrália


Do Grupo B

  • Austrália
  • Irlanda
  • Nigéria
  • Canadá


E o Grupo C

  • Espanha
  • Croácia
  • Zâmbia
  • Japão


No Grupo D

  • Inglaterra
  • Haiti
  • Dinamarca
  • China


Do Grupo E

  • Estados Unidos
  • Vietnã
  • Holanda
  • Portugal


E o Grupo F

  • França
  • Jamaica
  • Brasil
  • Panamá


Grupo G

  • Suécia
  • África do Sul
  • Itália
  • Argentina


Grupo H

  • Alemanha
  • Marrocos
  • Colômbia
  • Coreia do Sul


Onde será a Copa do Mundo Feminina 2023?

A disputa para sediar a Copa do Mundo em 2023 foi acirrada. O sucesso da Copa em 2019, na França, com altos índices de audiência mundial para o futebol feminino, despertaram o interesse de muitos países. Austrália e Nova Zelândia, melhores avaliadas pela Fifa, venceram a disputa e vão receber o Mundial feminino.

Será a primeira vez que a Oceania receberá uma Copa do Mundo de categoria principal, visto que o continente já recebeu competições mundiais de base no masculino. As partidas serão jogadas em 10 estádios, sendo divididos em cinco cidades australianas (Sydney, Melbourne, Perth, Brisbane e Adelaide) e quatro neozelandesas (Auckland, Wellington, Dunedin e Hamilton).

Quando será a Copa do Mundo Feminina 2023?

A competição será disputada entre os dias 20 de julho e 20 de agosto de 2023, sendo a edição mais tardia deste formato da Copa do Mundo, já que foram adicionadas mais seleções na busca pelo título.

Qual será o formato da Copa do Mundo Feminina 2023?

Com o aumento do nível dos jogos registrado nas duas edições anteriores, a Fifa decidiu aumentar o número de seleções participantes de 24 para 32, a fim de igualar o formato do torneio masculino, vigente desde 1998. O torneio terá oito grupos com quatro seleções cada, sendo que as duas melhores de cada chave avançam para as oitavas de final.

Quem transmite a Copa do Mundo feminina?

A Globo, na TV aberta, e o SporTV, na TV fechada, serão os responsáveis pela transmissão do Mundial no Brasil, ao lado da Cazé TV, no Youtube, que também vai transmitir uma partida por dia na competição. Será a primeira vez que a Globo exibirá a competição feminina por duas edições seguidas.

Para ajudar o streamer Casimiro, Fernanda Gentil chega para completar o time da Caze TV e participar das transmissões dos jogos da Copa feminina.

As seleções classificadas para a Copa do Mundo Feminina 2023

Todas as 32 seleções que vão participar da Copa já foram definidas após as últimas três passarem pelo playoff da repescagem (o Panamá, adversário do Brasil, foi um deles). Veja as equipes classificadas:

América do Sul

  • Brasil
  • Colômbia
  • Argentina

África

  • África do Sul
  • Marrocos
  • Zâmbia
  • Nigéria

Ásia

  • Austrália* (fica na Oceania, mas representa a Ásia nas eliminatórias)
  • China
  • Coreia do Sul
  • Japão
  • Filipinas
  • Vietnã

Concacaf

  • EUA
  • Canadá
  • Jamaica
  • Costa Rica
  • Haiti
  • Panamá

Europa

  • Suécia
  • Espanha
  • França
  • Dinamarca
  • Alemanha
  • Holanda
  • Inglaterra
  • Itália
  • Noruega
  • Portugal

Oceania

  • Nova Zelândia


Quando o Brasil joga?

  • Brasil x Panamá (24/07/2023) – 8h (de Brasília), Estádio Adelaide Oval-AUS
  • França x Brasil (29/07/2023) – 7h (de Brasília), Estádio Suncorp Stadium-AUS
  • Jamaica x Brasil (02/08/2023) – 7h (de Brasília), Estádio AAMI Park-AUS

Todas as campeãs da Copa do Mundo feminina na história
Na história da Copa do Mundo feminina, somente quatro seleções se sagraram campeãs: Estados Unidos (quatro títulos), Alemanha (dois títulos), Noruega (um título) e Japão (um título). A seleção norte-americana é a que tem o melhor retrospecto desde que a competição foi iniciada, em 1991: pelo menos um terceiro lugar em todas as edições.

A artilharia histórica da Copa do Mundo feminina

A maior artilheira da história da competição, tanto no masculino quanto no feminino, é a brasileira Marta, com 17 gols. No feminino, ela é seguida por Birgit Prinz (Alemanha) e Abby Wambach (EUA), ambas com 14 gols cada. Cristiane é a única brasileira a também figurar no topo da artilharia, no 5º lugar – ela marcou 11 gols em Copas do Mundo.

Leia também: Siri, Alexa e Google Assistant – Entenda / Bolo Delicioso De Maisena Com Coco

Tags do artigo:
Primeiramente. Em seguida. Além disso. Por outro lado . Em contrapartida. Por conseguinte. E assim sendo. Por isso. De fato. Porém. Todavia. Contudo. Entretanto. Apesar disso. Posteriormente. Anteriormente. Enquanto isso. E antes de tudo. Ou antes que. Ao mesmo tempo. Se ao passo que. Ao propósito. Mas apesar de. às vezes. Ou assim como. Então assim que. Assim sendo. Assim também. Bem como. Ou seja. No entanto. Ainda assim. Em suma. Nesse ínterim. Por conseguinte. Com efeito. Primeiramente. Em seguida. Além disso. Por outro lado . Em contrapartida. Por conseguinte. E assim sendo. Por isso. De fato. Porém. Todavia. Contudo. Entretanto. Apesar disso. Posteriormente. Anteriormente. Enquanto isso.

Entre em um dos nossos grupos no whatsapp e seja o primeiro a saber o que acontece em Iturama, Minas, Brasil e no Mundo. COMPARTILHE AS NOTÍCIAS

GRUPO PORTAL DE MINAS – NOTICIAS NO WHATSAPP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo